You are currently viewing 5 dicas para manter o seu estoque sempre atualizado

Quem nunca ficou com um monte de peças paradas no estoque? Ou sentiu que não tinha novidades suficientes no seu portfólio?

Uma parte essencial da revenda é estar sempre com peças atuais e que tenham a ver com o perfil das suas clientes. Assim, além de não ficar com o estoque parado, você evita gastos acima do necessário, com peças que não terão saída. Montar o estoque envolve pensamento estratégico! Então, vamos para as dicas de como fazer isto.

 1. Esteja por dentro das tendências do momento

Peças atuais sempre têm boa saída. Por isso, é importante pesquisar e estar por dentro das tendências do mundo da moda e dos acessórios. Entenda as características das estações do ano e, um pouco antes de cada uma delas, não deixe de atualizar os seus estoques.

 2. Aposte nos clássicos

Além de atenderem às mulheres com estilo clássico e elegante, as peças que nunca saem de moda sempre têm procura. Especialmente porque muitas mulheres procuram as semijoias para compor looks mais profissionais, que combinam perfeitamente com as pérolas, pedras de cores básicas e design clean. Sempre tenha uma boa variedade dessas peças, porque elas estão em alta o tempo todo.

 3. Conheça as suas clientes

É claro que, como o objetivo também é captar clientes, é preciso ter uma certa variedade de estilos, para chamar mulheres de todos os gostos. Mas fidelizar as clientes que você já tem é tão importante quanto, e isto significa que precisa ter mais variedade das semijoias que atendem às mulheres que já estão te procurando. Assim, você mostra que se preocupa em agradá-las e não deixa o seu estoque parado.

 4. Seja organizada

Ficar sem estoque ou comprar peças demais pode ser um problema! Por isso, tenha todas as peças e quantidades registradas, para saber o que e quando repor. Para facilitar o gerenciamento, separe os itens por categorias. Defina uma quantidade mínima e máxima de cada produto, de acordo com a saída. Defina se prefere fazer as reposições de forma contínua, em levas menores, conforme cada produto for esgotando, ou comprar em quantidades maiores, para fazer de forma periódica. Também é importante definir a cada quanto tempo vai atualizar os seus registros: a cada venda, semanalmente, mensalmente e etc. Tenha um sistema único para fazer isto, para não perder informações, de preferência digital e que fique guardado em uma nuvem. 

 5. Tenha fornecedores de confiança

Conforme você fizer os registros do seu estoque, com o tempo, poderá fazer uma previsão de demanda. Ela pode variar, mas é possível saber, mais ou menos, quando precisará fazer a reposição dos produtos. Mas, isso não adianta se os seus fornecedores te deixarem na mão quando precisar. Por isso, trabalhe com aqueles que você confia e sabe que não terá problemas!

Deixe um comentário